Revista PCP lança edição especial sobre orientações sexuais e identidades de gênero

2020-05-18-Revista-PCP-lança-sobre-especial-sobre-orientações-sexuais-e-identidades-de-gênero (1)

O último dia 17 de maio marcou o Dia Internacional contra a LGBTIfobia. Para lembrar as lutas e os desafios que esta população enfrenta, principalmente no contexto da pandemia da COVID-19, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) e todo o Sistema Conselhos de Psicologia lançaram a edição especial da Revista Psicologia: Ciência e Profissão (PCP) na plataforma da SciELO.

Intitulado “O lugar da Psicologia frente às orientações sexuais e identidades de gênero”, o periódico é composto por 19 artigos selecionados mediante abertura de edital lançado em março de 2019. O objetivo do fascículo é fomentar a produção do conhecimento, a reflexão sobre as práticas profissionais, o enfrentamento às violências, as políticas e outras construções possíveis frente às orientações sexuais e identidades de gênero.

A edição especial também tem por finalidade afirmar o compromisso ético-político da Psicologia no cenário nacional no enfrentamento às violências dirigidas às pessoas LGBTIs,  dando  visibilidade  às  produções  acadêmicas  que  demonstram  o  desenvolvimento da ciência psicológica em direção à proteção e aos cuidados que garantam a dignidade, a autonomia e a emancipação das pessoas com orientações sexuais e identidades de gênero que fogem do padrão cisheteronormativo.

O lugar da Psicologia

A referida publicação teve como editoras(es) a psicóloga e atual conselheira do Conselho Regional de Psicologia da 5ª Região (CRP-05/RJ) Céu Cavalcanti; a psicóloga e ex-conselheira do CFP Sandra Sposito; e o psicólogo, atual presidente do CRP-05/RJ e ex-conselheiro-secretário do CFP, Pedro Paulo Bicalho.

Para Céu Cavalcanti, esta PCP Especial se torna fundamental nos campos de produção de conhecimento da Psicologia, compondo um debate qualificado sobre as teorias de sexualidade e gênero na mesma medida em que propõe uma dobra nos velhos dispositivos de produção de objetificação de sujeitos não cisgêneros e não heterossexuais. “Creio que esse número especial insere a revista Psicologia Ciência e Profissão como importante referencial teórico que, desde o campo da Psicologia brasileira produz avanços nas questões aqui discutidas”, ressalta.

Pedro Paulo Bicalho destaca que o fascículo marca o enfrentamento da Psicologia, como ciência e profissão, às inúmeras expressões de violências que são dirigidas às pessoas LGBTIs. “Cada artigo, em sua particularidade, traz um traço da dor e das lutas que a Psicologia enfrenta no seu cotidiano para pesquisar e atuar junto a essas pessoas. Reunir esse material significa aglutinar forças, compor parcerias, visibilizar argumentos e produzir lastro científico para os desafios vindouros”, reforça.

Saiba mais:

Leia os artigos da edição especial da Revista PCP “O lugar da Psicologia frente às orientações sexuais e identidades de gênero

Confira as normas editoriais para publicação na PCP

Leia os artigos da Revista Psicologia: Ciência e Profissão

(fonte: Conselho Federal de Psicologia)

Comente via Facebook

Comentário(s)