Psicologia prepara manual de documentos da avaliação

 

20180719-Psicologia-prepara-manual-de-documentos-da-avaliacao

Seis integrantes do Sistema Conselhos de Psicologia, Andréa Esmeraldo (CFP), Jonatha Rospide Nunes (CRP/TO), Losiley Alves Pinheiro (CRP/MA), Mari Ângela Calderari Oliveira (CRP/PR), Rodrigo Toledo (CRP/SP) e Shouzo Abe (CRP/GO), estão discutindo, nesta semana, a elaboração de uma minuta do manual de elaboração de documentos escritos produzidos por profissionais da Psicologia decorrentes de avaliação psicológica. Eles integram o grupo de trabalho que está revendo a Resolução CFP 7/2003, que institui o manual de produção de documentos.

Laudos, pareceres e relatórios estão entre os documentos produzidos por profissionais da área resultantes da avaliação psicológica.

A conselheira Andréa Esmeraldo explica que o cenário vivido pela Psicologia quando da assinatura da resolução, há 15 anos, era muito diverso do de hoje. “Atualmente, a profissão está em lugares nunca imaginados. Necessitamos, assim, de novas intervenções, que demandam novos registros de ações em outros documentos.” O maior problema, segundo ela, é que a realidade atual não foi prevista pela resolução de 2003.

Naquele ano, a predominância da atuação da Psicologia era a clínica, saúde e trânsito, por exemplo. Hoje, a atuação é muito mais ampla e há interações com outros profissionais, de áreas muito distintas nas políticas públicas, como a Administração, a Assistência Social, a Enfermagem, a Fonoaudiologia, a Medicina, a Nutrição, a Pedagogia e até o Direito.

“Naqueles tempos, não se discutia intersetorialidade e tampouco interdisciplinaridade”, conta a conselheira. Ela também diz que a pretensão é terminar a minuta da nova resolução até o fim de 2018.

Agenda

Nesta quinta-feira (19), eles estão discutindo o rol de documentos e sua estrutura. O próximo passo é a redação. Andréa conta que os integrantes do gt pretendem convidar especialistas na área para ter um olhar externo sobre todo o processo.

O trabalho do grupo foi apresentado durante o Encontro Nacional das Comissões de Orientação, Ética e Fiscalização, que reuniu cerca de 140 pessoas no CFP, em Brasília, entre 16 e 18 de julho.

 

(fonte: Conselho Federal de Psicologia)

Comente via Facebook

Comentário(s)