Comissão Especial de Avaliação Psicológica do CRP-23 se reúne com representante das distribuidoras de testes psicológicos no Tocantins para tratar sobre aplicação de instrumentos na modalidade remota

reunião testes online

Com o objetivo de ampliar o entendimento acerca do uso de testes psicológicos informatizados e de aplicação remota, a Comissão de Avaliação Psicológica do CRP-23 realizou no dia 26 de maio uma reunião com a representante das distribuidoras de testes psicológicos no Tocantins, psicóloga Suzane Rodrigues de Sousa Cruz (CRP 23/688).

Na ocasião a psicóloga fez uma retrospectiva das normas editadas pelo Conselho Federal de Psicologia sobre a aplicação de testes informatizados. Neste contexto elucidou que até a Nota Técnica do CFP 1/2017, que orienta sobre análise do SATEPSI acerca de versões informatizadas de testes psicológicos aprovados em versões lápis e papel, só aborda a modalidade informatizada de aplicação.

Durante a reunião foi lembrada também a Resolução CFP nº 9/2018, como um importante avanço para estudos de equivalência permitindo a submissão de testes também na modalidade remota, diferença que o CFP estabelece com a Nota Técnica 07/2019 ao destacar que “o formato de aplicação informatizada (mediada por computador) não se equivale a aplicação on line (ou seja, de acesso remoto ou à distância).”.

Segundo a psicóloga Suzane Rodrigues, que também é consultora técnica na Psicotestes Livraria (empresa especializada em testes psicológicos e materiais pedagógicos na área de Psicologia e saúde), os departamentos de pesquisa das editoras de testes psicológicos estão trabalhando em estudos de equivalência, inclusive com alguns já submetidos ao SATEPSI. Ela acrescenta ainda que em breve a Psicotestes disponibilizará mais instrumentos no formato de aplicação online contemplando a lista do SATEPSI.

Atualmente a plataforma do SATEPSI lista, para a busca de testes de aplicação remota, apenas 4 instrumentos: AOL, EAT, HumanGuide e MBTI. Este número deve crescer especialmente dada a demanda pelo uso de testes psicológicos nesta forma de aplicação.

Ao final da reunião a Comissão Especial de Avaliação Psicológica do CRP-23 encaminhou como atividade a construção de uma nota técnica que contemple pontos como o sigilo e autenticidade da aplicação de instrumentos na modalidade remota. Para a psicóloga convidada Suzane Rodrigues, representante das distribuidoras de testes psicológicos no Tocantins, o encontro proporcionou trocas de informações e reflexões valiosas:

“Poder contribuir com o CRP-23 é sempre gratificante. Estamos a disposição para fortalecer esse vínculo junto ao Conselho e a classe profissional.”.

 

Comente via Facebook

Comentário(s)