Cerca de 80 pessoas participam da Oficina para Elaboração de Documentos Psicológicos realizada em Araguaína

WhatsApp Image 2019-09-24 at 10.57.54_54

No dia 23 de setembro do corrente ano, cerca de 80 pessoas, entre profissionais e acadêmicos de psicologia, participaram da Oficina de Orientação para Elaboração de Documentos Psicológicos realizada pelo Conselho Regional de Psicologia do Tocantins (CRP-23), em Araguaína-TO. A atividade aconteceu na Faculdade Católica Dom Orione.

A oficina foi conduzida pela conselheira do CRP-23, psicóloga Keila Barros Moreira (23/881), e pela analista de fiscalização do CRP-23, psicóloga Lais Karolinny Almeida Amaral (23/755), com o objetivo de orientar a respeito da forma, configuração e estrutura necessária para confecção de documentos psicológicos, com base na nova Resolução CFP 006/2019.

A psicóloga Maria do Socorro Lima Frutuoso, servidora do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) do município de Nova Olinda do Tocantins, se deslocou até Araguaína para participar da oficina e conta como foi a experiência:

“O espaço foi muito bem conduzido, ficou claro que o psicólogo, ao desenvolver sua profissão, independente de quais instituições esteja lotado, tem a responsabilidade sobre o histórico de documentos escritos dos pacientes/usuários, sendo que estes precisam ser bem produzidos e amparados dentro da lei.”.

O psicólogo mestre Robenilson Moura Barreto, docente da Faculdade Católica Dom Orione, participou da atividade e fala da importância da ampla divulgação da Resolução CFP nº 06/2019 para orientar e refletir junto a categoria sobre pontos fundamentais para produção de documentos diante de paciente, clientes e usuários da rede pública.

“Essa nova Resolução vem preencher as lacunas que dificultavam a comunicação com essa rede de relações e que também eram pontos divergentes nas avaliações dos processos éticos. Orientar a categoria sobre essa nova Resolução é reduzir as incidências de equívocos na produção de documentos e consequentemente abertura de processo ético.”.

Robenilson Barreto destaca ainda a importância da construção desses espaços nos municípios para aproximação do conselho com a categoria e com a realidade local:

“Importante parabenizar a iniciativa do CRP-23 com a realização da oficina de elaboração de documentos psicológicos realizada em Araguaína. Ao mesmo tempo em que o Conselho tem a possibilidade de se aproximar da categoria, temos também a oportunidade de discutir, propor, aprender e encaminhar questões pertinentes ao território local.”.

O CRP-23 agradece a parceria da Faculdade Católica Dom Orione e a participação de todos os profissionais e acadêmicos presentes na Oficina de Orientação para Elaboração de Documentos Psicológicos realizada em Araguaína.

Comente via Facebook

Comentário(s)