Usuários e trabalhadores reivindicam direitos e melhorias na saúde mental de Palmas

carta caps 1

Na última reunião ordinária do Conselho Municipal de Saúde de Palmas (CMS), no dia 13 de fevereiro, o coletivo formado por usuários e profissionais do Centro de Atenção Psicossocial II de Palmas-TO (CAPS-II) apresentou uma carta manifesto reivindicando direitos e melhorias com relação aos serviços prestados pela Rede de Atenção Psicossosicial (RAPS), principalmente no que se refere ao CAPS-II.

Na carta os usuários destacam o déficit com relação ao número reduzido de profissionais, falta de insumos e de alguns medicamentos, bem como estrutura física insuficiente para o atendimento de todas as demandas, incluindo a realização de grupos e atendimentos individuais.

Além disso, o coletivo expressa repúdio à Nota Técnica nº 11/2019 do Ministério da Saúde, lançada no dia 04 de fevereiro, que modifica o modelo de atendimento em saúde mental integrando Hospitais psiquiátricos e comunidades terapêuticas à RAPS.

Leia a carta na íntegra

Acesse a nota Técnica nº 11/2019 do Ministério da Saúde

O Conselho Regional de Psicologia do Tocantins (CRP-23) manifesta apoio aos trabalhadores, familiares e usuários do serviço de saúde mental em defesa dos direitos sociais, conquistados durante o processo da Reforma Psiquiátrica do país.

Carta caps

Comente via Facebook

Comentário(s)