20 de novembro, Dia da Consciência Negra

 

 

Consciencia-Negra crp
imagem: Geledés

 

Contribuir para superação do racismo, do preconceito e da discriminação é umas das principais bandeiras da Psicologia enquanto ciência e profissão. A Resolução 018/2002 do CFP estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação ao preconceito e à discriminação racial e determina em seu Art. 1º que “Os psicólogos atuarão segundo os princípios éticos da profissão contribuindo com o seu conhecimento para uma reflexão sobre o preconceito e para a eliminação do racismo.”.

20 de novembro, data que marca o dia da morte de Zumbi dos Palmares, líder do maior quilombo formado por escravos no Brasil e símbolo da resistência do povo negro, foi instituído em 2003 no calendário brasileiro como o Dia da Consciência Negra. A data tem o objetivo de provocar reflexões sobre o racismo, violência que coloca a população negra como o maior grupo em situação de vulnerabilidade social do país.

O CRP-23 aproveita o Dia da Consciência Negra para reforçar o compromisso social da Psicologia com as questões raciais e o grande desafio quanto ao atendimento que contemple as realidades da população negra e amenize os danos psicológicos provocados pelo racismo.

 

O enfrentamento ao racismo também é dever da Psicologia!

 

Comente via Facebook

Comentário(s)