20 de Novembro- DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

CONSCIÊNCIA NEGRA

Enquanto o sol raiava no Dia da Consciência Negra, emergia também a informação de que um homem negro foi espancado e morto. Apesar da alta frequência da morte das pessoas negras no Brasil, este assassinato evidencia como o racismo tem sido um fator estruturante na sociedade e promovido de morte, animalização das pessoas negras, danos à saúde mental.

Por este motivo, o Conselho Regional de Psicologia-23 Região convoca as(os) psicólogos(as) a reconhecerem os impactos do racismo no sofrimento psíquico e na ordenação das relações humanas, convidando todas(os) para se levantarem em defesa de uma psicologia antirracista.

O CRP-23 acredita na potência da Psicologia para viabilizar nas comunidades o fortalecimento da cultura negra e a emancipação das pessoas; nas escolas, evidenciar as diversas maneiras de democratizar a educação a partir da oralidade e ancestralidade; na clínica, reconhecer as produções das subjetividades negras; no trabalho, produzir condições que reconheçam as desigualdades sociais e raciais. A Psicologia pode contribuir com a vida, ao invés da morte proposta todos dias pelo racismo.

 

 

Comente via Facebook

Comentário(s)